sábado, 29 de maio de 2010

Meu herói


Meu herói é Lilás. Lilás é o nome dele e a cor do seu super poder. Mas ele mesmo é bem colorido. Colorido como aqueles que carregam em si o poder de mostrar que há beleza no ser diferente, que há colorido no avesso do mundo de cá.

Meu herói não tem um braço. Cada pé seu tem um tamanho e uma combinação de cor. Seu capacete é apenas um cabelo bagunçado, os botões de sua capa estão fechados de maneira errada e sua calça é feita de retalhos. Vive com rinite alérgica, sorri para qualquer um, é míope e fala engraçado.

Meu herói é questionador, vive percebendo as coisas de um jeito diferente e acha graça nisso tudo. Sofre quando está no mundo de cá e prefere o mundo de lá. Mas percebeu que assim não vai dar. Um herói não pode fugir daquilo que se destinou a viver. Não dá para ver cores só no lado de lá, tem quer ser senhor de dois mundos.

E foi nessa busca de um herói só para mim que o conheci. Na verdade, o reconheci. Matei saudades dele, pedi notícias do mundo de lá e ouvi: Tudo muito colorido, mas meu super poder da diferença só funciona aqui. Fazer o quê. É hora de colorir....

Depois disso, não tive como, o escolhi.

4 comentários:

  1. Que delícia de combinação de cores :)

    ResponderExcluir
  2. Ei Querida... é interessante como não só a imagem dele, mas também sua descrição, me fez reconhecer, relacionar e vê-lo bem parecido com essa pessoa linda daí...

    Te amo e morro de saudades!

    ResponderExcluir
  3. Hauhuauha mto bom =D

    ResponderExcluir
  4. que descrição maravilhosa desse REdescobrimento...

    ResponderExcluir